Arquivo da tag: Fernando Pessoa

Fim – Mário de Sá-Carneiro #umpoemapordia

Quando eu morrer batam em latas, Rompam aos saltos e aos pinotes, Façam estalar no ar chicotes, Chamem palhaços e acrobatas! Que o meu caixão vá sobre um burro Ajaezado à andaluza… A um morto nada se recusa, Eu quero … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Como é por Dentro Outra Pessoa, de Fernando Pessoa, recitado por Antônio Abujamra #umpoemapordia

Descanse em paz. Uma das cabeças mais interessantes, inteligentes e guerreiras do universo artístico brasileiro. Esse vai fazer uma falta danada…

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O Corvo, de Edgar Allan Poe, em tempos de NSA

Poema clássico do escritor americano adaptado para ‘homenagear’ a NSA, agência americana de segurança. Não sei quem é o autor da versão, mas ficou divertida. Infelizmente é complexo demais pra eu me aventurar na sua tradução… sorry!   Once upon … Continuar lendo

Publicado em boca no trombone, poesia | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O Que Há – Álvaro de Campos #umpoemapordia

O que há em mim é sobretudo cansaço Não disto nem daquilo, Nem sequer de tudo ou de nada: Cansaço assim mesmo, ele mesmo, Cansaço. A sutileza das sensações inúteis, As paixões violentas por coisa nenhuma, Os amores intensos por … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Chove. Há Silêncio – Fernando Pessoa #umpoemapordia

Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva Não faz ruído senão com sossego. Chove. O céu dorme. Quando a alma é viúva Do que não sabe, o sentimento é cego. Chove. Meu ser (quem sou) renego… Tão calma é a … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário