Arquivo da categoria: poesia

A Poesia é uma Arma Carregada de Futuro – Gabriel Celaya #umpoemapordia

Quando já nada se espera particularmente exaltante, mas palpitamos e seguimos aquém da consciência, feramente existindo, cegamente afirmando como um pulso que golpeia as trevas; quando miramos de frente os vertiginosos olhos claros da morte; dizemos as verdades: as bárbaras, … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | 1 Comentário

Julga-me a gente toda por perdido – Luís de Camões #umpoemapordia

Julga-me a gente toda por perdido, Vendo-me tão entregue a meu cuidado, Andar sempre dos homens apartado E dos tratos humanos esquecido. Mas eu, que tenho o mundo conhecido, E quase que sobre ele ando dobrado, Tenho por baixo, rústico, … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Nem Sequer Sou Poeira – Jorge Luis Borges #umpoemapordia

Não quero ser quem sou. A avara sorte Quis-me oferecer o século dezassete, O pó e a rotina de Castela, As coisas repetidas, a manhã Que, prometendo o hoje, dá a véspera, A palestra do padre ou do barbeiro, A … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , | Deixe um comentário

#umpoemapordia Ana Cristina Cesar

Tenho uma folha branca e limpa à minha espera: mudo convite tenho uma cama branca e limpa à minha espera: mudo convite tenho uma vida branca e limpa à minha espera. (Ana Cristina Cesar)

Publicado em poesia | Deixe um comentário

Sísifo – Miguel Torga #umpoemapordia

Recomeça…. Se puderes Sem angústia E sem pressa. E os passos que deres, Nesse caminho duro Do futuro Dá-os em liberdade. Enquanto não alcances Não descanses. De nenhum fruto queiras só metade. E, nunca saciado, Vai colhendo ilusões sucessivas no … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , | Deixe um comentário

Três Coisas – Mario Lago e Hermeto Paschoal #umpoemapordia

Três coisas pra mim no mundo Valem bem mais do que o resto Pra defender qualquer delas Eu mostro o quanto que presto É o gesto, é o grito, é o passo É o grito, é o passo, é o … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | 2 Comentários

Os lados – Paulo Mendes Campos #umpoemapordia

Há um lado bom em mim. O morto não é responsável Nem o rumor de um jasmim. Há um lado mau em mim, Cordial como um costureiro, Tocado de afetações delicadíssimas. Há um lado triste em mim. Em campo de … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , | Deixe um comentário