Arquivo da tag: Álvaro de Campos

Movimento dos barcos – Jards Macalé (com Maria Bethânia de brinde)

Tô cansado E você também Vou sair sem abrir a porta E não voltar nunca mais Desculpe a paz que eu lhe roubei E o futuro esperado que eu não dei É impossível levar um barco sem temporais E suportar … Continuar lendo

Publicado em musica, poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O Que Há – Álvaro de Campos #umpoemapordia

O que há em mim é sobretudo cansaço Não disto nem daquilo, Nem sequer de tudo ou de nada: Cansaço assim mesmo, ele mesmo, Cansaço. A sutileza das sensações inúteis, As paixões violentas por coisa nenhuma, Os amores intensos por … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário