Arquivo da tag: carta-poema

De V Internacional – Vladimir Maiakovski #umpoemapordia

Eu à poesia só permito uma forma: concisão, precisão das fórmulas matemáticas. Às parlengas poéticas estou acostumado, eu ainda falo versos e não fatos. Porém se eu falo “A” este “a” é uma trombeta-alarma para a Humanidade. Se eu falo … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário