Arquivo da tag: Manuel Bandeira

Aos que virão depois de nós – Bertold Brecht #umpoemapordia

Realmente, vivemos tempos muito sombrios! A inocência é loucura. Uma fronte sem rugas denota insensibilidade. Aquele que ri ainda não recebeu a terrível notícia que está para chegar. Que tempos são estes, em que é quase um delito falar de … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Arte de Amar – Manuel Bandeira #umpoemapordia

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma. A alma é que estraga o amor. Só em Deus ela pode encontrar satisfação. Não noutra alma. Só em Deus – ou fora do mundo. As almas são incomunicáveis. … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

A Estrada – Manuel Bandeira #umpoemapordia

Esta estrada onde moro, entre duas voltas do caminho,Interessa mais que uma avenida urbana.Nas cidades todas as pessoas se parecem.Todo o mundo é igual. Todo o mundo é toda a gente.Aqui, não: sente-se bem que cada um traz a sua … Continuar lendo

Publicado em poesia | Marcado com , , , , | 1 Comentário