Arquivo da categoria: livros

Inferno dos vivos – Italo Calvino

– O inferno dos vivos não é algo que será; se existe, é aquele que já está aqui, o inferno no qual vivemos todos os dias, que formamos estando juntos. Existem duas maneiras de não sofrer. A primeira é fácil … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Segredos pregados por aí

“(…) Agora não tenho mais segredos. Já estão todos pregados por aí.” (de O Último Suspiro do Mouro, de Salman Rushdie)

Publicado em livros | Marcado com , , | Deixe um comentário

Quem procura muito, nada encontra – Herman Hesse

(…) talvez procuras demais, que de tanta busca, não tens tempo para encontrar coisa alguma. – Por quê? – perguntou Govinda. – Quando alguém procura muito – explicou Sidarta – pode facilmente acontecer que seus olhos se concentrem exclusivamente no … Continuar lendo

Publicado em filosofia, livros | Marcado com , | Deixe um comentário

In Vino Veritas?

O vinho é um grande perigo, principalmente porque não traz a verdade à tona. Até mesmo o contrário da verdade: revela especialmente nossa história passada e esquecida e não nossa vontade atual; atira caprichosamente à luz as ínfimas ideias com … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Otis e Leon

Esses dois aniversariantes de hoje tiveram um papel muito importante na minha vida, desde a adolescência, entao fica aqui minha singela homenagem: – Otis Redding, cantor americano de blues/soul que conquistou meio mundo com sua voz carregada de emoção e … Continuar lendo

Publicado em livros, musica | Marcado com , | Deixe um comentário

A arte de jejuar (por Herman Hesse, em Sidarta)

– Que sabes fazer? – Sei pensar, sei esperar, sei jejuar. – E que valor tem esses conhecimentos? O jejum, por exemplo. Para que serve o jejum? – Para quem nao tiver o que comer, o jejum será a coisa … Continuar lendo

Publicado em comportamento, livros | 1 Comentário

Pontuação é o tempero de todo texto

Como seriam os livros sem palavras, apenas com a pontuacao? E mais importante: o que a pontuacao pode revelar sobre o estilo de cada autor? Este cara mergulhou na brincadeira e encontrou uns padroes bem interessantes em livros de Faulkner, Lewis Carroll … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Trecho de O Último Suspiro do Mouro, livro de Salman Rushdie

“Mas eu continuava querendo acreditar naquilo em que acreditam todos os apaixonados: que a coisa em si é melhor do que qualquer alternativa, mesmo quando não correspondida, derrotada, louca. Eu queria apegar-me à imagem do amor como uma fusão de … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Recordar é viver (trecho do livro O Estrangeiro, de Albert Camus)

“A não ser por estes aborrecimentos, não me sentia muito infeliz. Todo o problema, ainda uma vez, estava em matar o tempo. Acabei por não me entediar mais, a partir do instante em que aprendi a recordar. Punha-me às vezes … Continuar lendo

Publicado em filmes, livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Quando um dia todo homem acordar escritor

“Aquele que escreve livros é tudo (um universo único para si mesmo e para todos os outros) ou nada. E porque nunca será dado a ninguém ser tudo, nós todos que escrevemos somos nada. Somos desconhecidos, ciumentos, azedos, e desejamos … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário