13 de abril: faleceu o escritor Eduardo Galeano

Tive o prazer de ouvir Galeano na 2a. Bienal do Livro de Brasília, em 2014, quando leu no auditório do Museu Nacional de Brasília alguns contos de seu último livro, Os Filhos dos Dias – lançado no Brasil com tradução de Eric Nepumoceno.

Esse post foi publicado em livros e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para 13 de abril: faleceu o escritor Eduardo Galeano

  1. marcosfaria disse:

    Vi Galeano num evento na Casa de Laurinda Santos Lobo, ali em santa Teresa, por volta de 1990-91. Ele leu alguns trechos de seus livros e também falou de improviso. Era ainda aquele ambiente pós-queda do muro, em que se falava (seriamente) do fim da História e do triunfo inevitável do liberalismo. Também era um momento em que as lutas coletivas perdiam espaço para a busca das conquistas individuais. Ver Galeano falar foi algo que me deu combustível para continuar remando contra essa maré. Ele foi um bastião da intelectualidade que luta, que escolhe o lado dos oprimidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s