Missão – Leonard Cohen #umpoemapordia

Trabalhei no meu trabalho
Dormi no meu sono
Morri na minha morte
E agora posso abandonar

Abandonar aquilo que faz falta
E abandonar aquilo que está cheio
Necessidade de espírito
E necessidade no Buraco

Amada, sou teu
Como sempre fui
Da medula aos poros
Do anseio à pele

Agora que a minha missão
Chegou ao fim:
Reza para que me seja perdoada
A vida que levei

O Corpo que persegui
Perseguiu-me igualmente
O meu anseio é um lugar
O meu morrer, uma vela.

MISSION

I’ve worked at my work
I’ve slept at my sleep
I’ve died at my death
And now I can leave

Leave what is needed
And leave what is full
Need in the Spirit
And need in the Hole

Beloved, I’m yours
As I’ve always been
From marrow to pore
From longing to skin

Now that my mission
Has come to its end:
Pray I’m forgiven
The life that I’ve led

The Body I chased
It chased me as well
My longing’s a place
My dying a sail

leonard cohenPoema do canadense Leonard Cohen, publicado no Livro do Desejo, de 2006. Cohen iniciou sua carreira como poeta e escritor nos anos 50 e deu seus primeiros passos na música aos 32 anos, quando se mudou pros Estados Unidos. Sua inspiração na poesia é Garcia Lorca.

Anúncios
Esse post foi publicado em musica, poesia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s