Sempre nos encontramos

Se Sócrates deixar sua casa hoje, encontrará o sábio sentado à sua soleira. Se Judas sair esta noite, é para Judas que seus passos tenderão. Cada vida são muitos dias, dia após dia. Caminhamos através de nós mesmos, encontrando ladrões, fantasmas, gigantes, velhos, jovens, esposas, viúvas, irmãos do amor. Mas sempre encontrando-nos a nós mesmos.

james joyce(trecho de Ulisses, romance escrito por James Joyce entre 1914 e 1921, publicado em 1922. É uma adaptação da Odisseia de Homero, resumindo a viagem de Odisseu em 24 horas, entre os dias 15 e 16 de junho de 1904. Considerado um dos livros mais difíceis da literatura mundial, pela quantidade de trocadilhos, jogos de palavras, citações e referências históricas, foi traduzido pela primeira vez no Brasil em 1966 pelo filólogo, tradutor e diplomata Antônio Houaiss.)

Anúncios
Esse post foi publicado em filosofia, livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s