O amor saltou à nossa frente

O amor saltou à nossa frente como um assassino em um beco surgindo do nada, e nos arrebatou simultaneamente. Como o relâmpago surge, como a faca finlandesa ataca! Ela, a propósito, insistiu que não era bem assim, que nós, evidentemente, nos amávamos há muito tempo, sem nos conhecermos, sem ter nos encontrado antes…

(Trecho do livro O Mestre e Margarida, escrito entre 1928 e 1940 pelo escritor russo Mikhail Bulgákov)

Anúncios
Esse post foi publicado em livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s