Major Tom em Saturno

A matemática e a poesia tem as mesmas raízes. (M.C. Escher)

Imagem de Saturno tirada pela sonda Cassini

Essa foto de Saturno, tirada pela sonda Cassini em agosto passado, quando passava a 2,4 milhões de quilômetros do planeta, é de tirar o fôlego. Passei um bom tempo olhando pra ela e pensando na frase do Arthur C. Clarke: “Há 2 possibilidades: ou estamos sozinhos no Universo ou não estamos sozinhos. Ambos os casos são aterrorizantes.” Realmente, estar sozinho nesse espaço infinito é tão estranho quanto imaginar outras milhares formas de vidas se desenvolvendo em insondáveis planetas galáxias afora…

Lá no cantinho esquerdo da imagem, vemos uma das muitas luas de Saturno, Tétis, que na mitologia grega era uma titânide, filha de Urano e Geia, representada por uma jovem que passeia pelo mundo numa concha de marfim, puxada por cavalos brancos. Os milhares de anéis que vemos na imagem são compostos de gelo, poeira estelar e rochas de variados tamanhos. Fazem sombras no planeta porque o sol Cassini tirou a foto no contraluz do sol. Leia mais sobre essa passagem da Cassini por Saturno no blog Bad Astronomy, da Slate.

Parabéns, Cassini, você é uma baita fotógrafa!

E ao ver a foto, imediatamente me veio à mente a música Space Oddity, do Bowie – sobre o astronauta Major Tom que decide vagar pelo universo para todo sempre…

Anúncios
Esse post foi publicado em fotografia, musica. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s