“Magnum não é mais a mesma de Capa e Bresson”

georgia

“Há tantas fotos no mercado que ninguém mais precisa comprar as caras fotos da Magnum.” A avaliação é do fotógrafo tcheco Joseph Koudelka, da renomada agência de fotografia Magnum, cooperativa criada por Robert Capa e Henri Cartier-Bresson em 1947. Todas as grandes agências de fotografia vivem uma crise e a tendência é o cenário ficar ainda mais complicado pra elas, graças à popularização radical da fotografia. Isso é bom, ruim? Não sei. Sei apenas que é o novo cenário existente e que as agências terão que se reinventar.

A propósito: o Instituto Oi Futuro está com uma exposição no Rio de Janeiro (Community) com imagens da Magnum. Vai até o dia 1/6.

Em tempo: publiquei tempos atrás um post sobre Koudelka e suas fotos sobre ciganos, um dos seus temas favoritos.

Anúncios
Esse post foi publicado em fotografia e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s