Cafeína ajuda a consolidar a memória de curto prazo

cafeina

Estudo da Universidade John Hopkins publicado na revista Nature Neuroscience revela que a cafeína ajuda no armazenamento (consolidação) de dados na memória de curto prazo.

Um grupo de pessoas foi dividido em quatro: alguns tomaram um placebo (substância inócua, sem efeito algum), outros tomaram 100 miligramas de cafeína, 200 miligramas e 300 miligramas. Quem tomou 200 e 300 miligramas de cafeína conseguiu lembrar melhor de imagens vistas no dia anterior do que o grupo que tomou apenas 100 miligramas.

A dose indicada pelos pesquisadores é de 200 miligramas de cafeína por dia. Menos do que isso não ajuda muito na consolidação da memória e mais do que isso pode gerar efeitos colaterais adversos, como dores de cabeça.

Fonte: The Atlantic.com

Anúncios
Esse post foi publicado em alimentação, comportamento, drogas e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s