Sustentabilidade segundo Saramago

Saramago está na área e eu perdi a oportunidade de fazer mais uma entrevista com um de meus ídolos – semana passada foi a vez do Fritjof Capra, que em breve enriquecerá um de meus posts, aguarde. Mas minha camarada Lúcia esteve na coletiva de imprensa que rolou com o escritor português e, melhor, conseguiu fazer uma pergunta que eu enviei. Simples: “O que é vida sustentável?”

Eis a resposta:

É emprego. É viver como sobrevivente. Ter consciência da precariedade dos bens, poupando, conservando, enfim assumindo a abordagem de sobreviventes. Deveríamos viver como sobreviventes, poupar, não desperdiçar, limpar terreno e ar, de modo que se possa viver.

Hoje temos a cultura do mais, em tempos de crise como este, as pessoas caem, a classe média perde sua condição. Os governos são responsáveis pelo que acontece – os ricos, os riquíssimos.

O Estado é inimigo, dizem quanto menos melhor, mas é o Estado que é chamado à responsabilidade para salvar o Citibank, a GM. E o Estado somos nós, nossos impostos.
Não há alternativa política, não há alternativa econômica. E vamos viver de remendos.

É sustentável desde que se tenha emprego.

Mais Saramago lá no Ladybug.

Em tempo: no próximo sábado (dia 29) é Dia de Nada Comprar, campanha mundial do pessoal da Adbusters que há 17 anos incentiva as pessoas a não se deixarem seduzir pelo canto da sereia do mercado. Vá à praia, ao parque, dar uma volta de bicicleta, leia um livro. Em tempos de crise financeira, até que não vai ser difícil deixar a carteira quietinha…

Se vc está pensando em fazer alguma atividade, performance ou protesto para marcar o dia, coloque na página wiki da campanha.

Esse post foi publicado em Meio Ambiente. Bookmark o link permanente.

10 respostas para Sustentabilidade segundo Saramago

  1. Lucia Freitas disse:

    Afe, mega boa idéia esta do Dia de Nada comprar. Mas tem que ser justo no dia do Encontro de Rainhas, no ateliê La Reina Madre? Não vou divulgar este ano não! Aliás, foi um prazer servir de enviada do Escriba, um blog que li desde que comecei a blogar e sempre admirei. O mundo dá voltas, não?

    bj

  2. escriba disse:

    Tsc tsc tsc, boicotando uma campanha tao importante em causa própria… tsc tsc tsc…
    E obrigado pela força, viu? espero nao ter causado inconvenientes.
    Admira, mas não dá bola…humpft.

    bjs!

  3. denise rangel disse:

    Sobreviventes conscientes? Quem saber um dia o sejamos. Ou “vamos viver de remendos”.
    Comprar comida pode? Ou vou ter de cozinhar? KKKK.
    abraço, garoto

  4. escriba disse:

    se não tiver transgenicos na parada, pode cozinhar a vontade! Vc manda bem na cozinha? opa, quando eu estiver aí aceito um almoço, viu? bjs!

  5. Thiago Mattos disse:

    Legal ler isso, porque coincidentemente postei sobre uma outra parte do que ele falou na coletiva (“Não sou pessimista, o mundo é que é péssimo), então pra quem quiser, acessa lá:
    http://sanguedbarata.blogspot.com/
    E teve gente que ainda comentou dizendo que realmente devemos ser egoístas, é mole?

    Unbelievable…

  6. Mônica disse:

    O que me mostrou mais tentador da existência desse dia é a grande oportunidade da nossa nova geração de contemplar a natureza, a vida em desvio desse capitalismo que nos foi implantado sem mesmo saber o porquê de tanto acumular e desejar o que muitas das vezes é indesejável para nossa vida.

  7. Pandorf disse:

    KRa, conheces, claro,o blog do Saramago, né?

    Senão, São Google te conta onde é. Tá no site da Fundação Saramago!

  8. Venda Online » Blog Archive » Sustentabilidade segundo Saramago disse:

    Venda Online » Blog Archive » Sustentabilidade segundo Saramago

    […] É viver como sobrevivente. Ter consciência da precariedade dos bens, poupando, conservand… leia mais fonte: […]

  9. Livros Online » Blog Archive » Sustentabilidade segundo Saramago disse:

    Livros Online » Blog Archive » Sustentabilidade segundo Saramago

    […] É viver como sobrevivente. Ter consciência da precariedade dos bens, poupando, conservand… leia mais fonte: […]

  10. Miriam Salles » Sustentabilidade segundo José Saramago disse:

    Miriam Salles » Sustentabilidade segundo José Saramago

    […] A resposta publicada pelo Escriba: […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s