Gaza, as redes sociais e o futuro dos meios tradicionais

É a força das formiguinhas contra a voracidade dos tubarões…

Coleguinhas, uni-vos!

O enésimo massacre em Gaza apresenta algo diferente no front: as redes sociais. Por meio delas, os israelenses estão sendo pressionados como nunca antes, quando sempre contaram com um quase silêncio cúmplice dos meios de comunicação tradicionais. Essa mudança é analisada aqui por um coleguinha do Channel 4 e levanta questões sobre o futuro reservado a esses meios: estarão eles destinados a serem apenas checadores de informações veiculadas nas mídias sociais (como aqui) ou há esperança de que possam trazer para dentro de sua cadeia produtiva essa nova força, como especula o newsosaur Alan D. Mutter aqui?

Gracias ao amigo luso-brasileiro, professor Luiz Carlos Mansur, pelas dicas inglesas.

Ver o post original

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s